28/07/2023 às 12h50min - Atualizada em 31/07/2023 às 22h04min

Como as aulas de ballet ajuda no desenvolvimento infantil: 12 benefícios

Bailarina Simone Duarte, da rede SD Ballet, fala sobre as vantagens da dança para as crianças

GRAZIELA JANAINA LINDNER DE SOUZA
https://sdballet.net/sd-ballet
Divulgação SD Ballet
Dançar traz inúmeros benefícios para a saúde física, mental e emocional. Uma das modalidades mais indicadas para as crianças é o ballet, que combina técnica, musicalização e um pouco de teatro com muita coordenação motora, equilíbrio, postura e ritmo.

Para a bailarina Simone Duarte, diretora pedagógica da rede de ensino Sapatilha Dourada, é fácil perceber a evolução dos movimentos corporais em crianças que dançam ballet. A idade mais adequada para iniciar as aulas é entre os 2 ou 3 anos, quando o sistema psicomotor começa a assimilar melhor os movimentos.

Especializada no ensino de ballet para crianças e na capacitação de professores, Simone está à frente da rede Sapatilha Dourada (SD Ballet), que utiliza um método próprio para tornar as aulas mais atrativas e para potencializar os benefícios do ballet infantil.

Bons motivos para dançar ballet
A bailarina e professora de ballet infantil, Simone Duarte, diz que existem inúmeras razões para matricular as crianças nas aulas de dança:

1 – Coordenação Motora
Praticamente todas as atividades do ballet infantil levam ao aprimoramento da coordenação motora.

2 – Lateralidade
Os exercícios das aulas de ballet são feitos para a direita, para a esquerda, para frente, para trás e em diagonais. Isso faz com que as crianças desenvolvam o senso de direção.

3 – Expressão corporal
Durante a execução da coreografia não há comunicação verbal, mas a expressão corporal é muito explorada.

4 – Equilíbrio
No ballet é necessário andar na meia ponta, girar e parar em posições determinadas, o que requer equilíbrio. No ballet infantil e no baby class existem atividades específicas para o aperfeiçoamento desta capacidade física.

5 – Postura
A forma de andar, o ângulo que o queixo deve ficar e o alinhamento da coluna são fundamentais nos movimentos do ballet.

6 – Consciência corporal
No ballet a criança desenvolve sua consciência corporal e ainda que não se torne um bailarino profissional será um adulto com capacidades e habilidades corporais bem desenvolvidas.

7 – Noção espacial
Dançar ajuda a desenvolver as noções de distância e altura: longe, perto, curto, longo, baixo, alto etc. No ballet, estas questões são exercitadas constantemente desde o baby class.

8 – Fortalecimento muscular
Grande parte dos exercícios do ballet trabalham com a isometria, ou seja, a contração do músculo sem sobrecarga, o que gera o fortalecimento das fibras. Um corpo com músculos fortalecidos é mais resistente e menos propenso a lesões.

9 – Flexibilidade
Desde que respeitados os limites dos músculos e das articulações, as crianças podem fazer todo tipo de alongamento. Elas têm mais facilidade e obtêm resultados expressivos em sua flexibilidade.

10 – Autoestima e socialização
As atividades em sala estimulam a relação com o professor e com os colegas de turma, o que permite que a criança faça amizades com mais facilidade. As apresentações diminuem a timidez e aumentam a autoconfiança.

11 – Ritmo e memória
Os movimentos do ballet clássico obedecem ao ritmo das músicas. A memória é estimulada sempre que a criança precisa gravar uma sequência de movimentos para uma coreografia ou para exercícios ritmados.

12 – Disciplina
A disciplina é fundamental no ballet. A criança entende as regras e cumpre por vontade própria, compreendendo os motivos das proibições e permissões.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp