17/08/2023 às 11h11min - Atualizada em 18/08/2023 às 00h05min

Bolor: Tem alguma dúvida? Nós esclarecemos para você!

Veja a seguir o que a TOMATE BR tem a dizer sobre o assunto

Tatiana Ferrador
Tomate BR
Divulgação

          Notícias sobre produtos embolorados são relativamente comuns, mas o que ainda pouco se fala é porque o bolor ocorre, em quais condições e como evitá-lo. Há, em muitos casos, a disseminação de informações errôneas, até mesmo improváveis. E para ajudar a esclarecer mais sobre o assunto, a TOMATE BR, associação brasileira que representa mais de 80% dos Processadores e Utilizadores de Tomate Industrial, preparou um “Perguntas e Respostas” sobre Bolor que vai ajudar muito a entender, evitar e combater as “fake news” acerca do tema. Confira:
  1. O que é o bolor?
Sabe quando a comida fica guardada por muito tempo, como pão, queijo, frutas ou outros alimentos? Às vezes, quando isso acontece, podem aparecer umas manchinhas estranhas ou até algo duro e peludo ou felpudo, podendo ter cores diferentes. Isso pode ser bolor!
O bolor é como uma plantinha bem pequena que cresce na comida quando ela está úmida ou não foi armazenada direito. Essa plantinha é um tipo de fungo. A comida fica com uma textura estranha, parecendo pegajosa ou mais macia do que o normal e com cheiro ruim.
É importante não comer alimentos com bolor porque, mesmo que a gente corte ou retire parte do alimento, ainda pode ter um monte de coisinhas prejudiciais para a nossa saúde que a gente não consegue ver.
  1. Como eu sei que o que eu achei no alimento não é um pedaço de animal, e sim um bolor?
Você sabe aquele pedaço durinho que às vezes aparece nos alimentos, como no molho, pão, frutas ou queijo? Algumas pessoas podem ficar com medo e achar que é um pedaço de animal, até um ratinho, mas não é verdade.
Esse pedaço duro, e às vezes peludo, é chamado de bolor, e ele é como uma plantinha bem pequenininha que cresce nos alimentos quando eles ficam guardados por muito tempo ou quando não são armazenados do jeito certo.
Se você vir algum pedaço de comida com essa aparência, é melhor não comer e descartar corretamente para se proteger e ficar saudável. Assim, você evita qualquer problema de saúde e aproveita as refeições com segurança!
  1. Como eu faço para evitar ter bolor nos alimentos na minha casa?
Para evitar que o bolor cresça nos alimentos, é necessário tomar alguns cuidados:
  • Coloque os alimentos na geladeira ou em um lugar fresco e seco, bem tampados em recipientes fechados.
  • Não deixe a comida guardada por muito tempo, principalmente alimentos que estragam rápido, como frutas, verduras e pães. Tente consumi-los o mais rápido possível.
  • Antes de comer qualquer alimento, dê uma olhada para ver se não tem manchas estranhas, cores diferentes ou se está com cheiro esquisito. Se tiver, é melhor não comer.
  • Mantenha a cozinha limpa e livre de umidade. Limpe bem as superfícies e lave os utensílios que você usa para preparar a comida.
  • Evite comprar ou cozinhar mais comida do que você vai conseguir comer em pouco tempo. Assim, você evita que sobre comida que possa estragar e criar bolor.
  • Preste atenção em alimentos molhados, como molhos, frios e geleias. Eles têm chance de criar bolor, então é bom ficar de olho e não deixá-los por muito tempo fora da geladeira.
Essas dicas simples podem ajudar a evitar que o bolor cresça nos alimentos e a manter a comida mais segura e gostosa para você e sua família. Se você notar qualquer sinal de bolor, é importante não comer o alimento e descartá-lo para não ter problemas. Cuide bem dos alimentos que você guarda e se alimente de forma mais saudável e segura.
  1. Vi algumas notícias na internet sobre produtos com bolor, que pareciam pedaços de animais, larvas  ou corpos estranhos e agora estou com medo de consumir produtos da indústria. O que eu faço?
Olha, tem muitos produtos que a gente compra no mercado, como refrigerantes, biscoitos, pães, requeijão, leite, entre outras comidas embaladas. É normal ficar com um pouco de medo, pensando se eles são seguros para comer, mas os produtos industrializados, em geral, são feitos com cuidado e passam por testes para serem seguros.
As empresas que fazem esses produtos têm regras e leis que precisam seguir para garantir que o que eles vendem seja de boa qualidade e não faça mal para a nossa saúde. Eles precisam mostrar na embalagem o que tem dentro do produto e se tem alguma coisa que pode causar alergias ou problemas.
Além disso, muitos desses produtos são feitos em grandes fábricas, onde eles têm controle de higiene e segurança para que não tenha contaminação. Os ingredientes usados também são verificados para serem bons e saudáveis.
Mas é importante a gente prestar atenção na data de validade dos produtos. Se passar dessa data, aí sim a gente não deve comer, pois pode não estar mais seguro.
Agora que já sabe mais sobre o assunto, que tal compartilhar essas informações com seus familiares e amigos e ajudar a evitar as chamadas “Fake News” (notícias falsas).

Sobre a Tomate BR: A Tomate BR, Associação Brasileira dos Processadores e Utilizadores de Tomate Industrial, que representa mais de 80% do mercado focados em estabelecer Princípios de Valorização e Rentabilidade da Cadeia, ofertando produtos com controle e padrões de qualidade e segurança.



 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp