18/08/2023 às 16h16min - Atualizada em 20/08/2023 às 00h09min

Piora da pressão alta e da diabetes: confira o que acontece com quem não escova os dentes

A falta de higiene bucal pode desencadear vários problemas; Patrícia Almeida explica

Mari Ângela Cavalheiro
https://www.instagram.com/odontologia.almeida/?hl=pt-br
Divulgação

Recentemente, o chef Érick Jacquin confessou em uma entrevista ao Flow Podcast que nunca escova os dentes. Brincadeira ou não, você não deveria deixar de lado sua escova, pasta e fio dental. Seus benefícios vão muito além de simplesmente manter um sorriso branco e bonito. 

“Negligenciar essa higiene pode ter consequências sérias tanto na boca quanto no corpo humano. Uma vez que as bactérias que existem na boca colonizam os restos de alimentos e a saliva, formando a placa bacteriana, aquela responsável pelo tártaro, uma substância dura e esbranquiçada, que só pode ser removida por uma limpeza profissional. Caso isso não aconteça, começam uma série de problemas”, explica a cirurgiã-dentista Patrícia Almeida, que conta quais são eles. 

Cáries

Ela tem cinco estágios, começando pela formação de mancha branca na superfície do dente que, com a contínua de mineralização progride e cria uma pequena cavidade - ou buraco - na superfície dental. Nesta fase, a cárie ainda está restrita ao esmalte. Já no terceiro ponto, a cavidade aumenta e afeta a dentina, uma região com muitos nervos. “No quarto estágio, a cárie é profunda e atinge a polpa do dente. A pessoa sofre com dor e sensibilidade a alimentos quentes e frios. Enquanto na última fase, pode levar a infecções e até abscesso, quando há pus na raiz,  e o tratamento pode ser medicamentoso, como antibióticos e anti-inflamatórios, seguido do tratamento de canal. Em casos sérios, pode ser necessária a remoção do dente”, alerta a especialista, que é idealizadora da Odontologia Almeida.

Doenças gengivais

A placa bacteriana acumulada resulta na gengivite, que é caracterizada por vermelhidão, inchaço e sangramento. E, quando não tratada, pode evoluir para periodontite, uma condição mais grave, que pode levar à perda de dentes.

Mau hálito

A placa bacteriana pode liberar toxinas conforme metabolizam os resíduos alimentares, resultando em mau hálito persistente. “Esse mau hálito só vai melhorar após uma limpeza profissional, pois não é possível remover o tártaro em casa”, garante a especialista em reabilitação oral e estética. 

Doenças 

A inflamação crônica causada pela periodontite está associada a diversas condições médicas graves, já que as bactérias orais com outras substâncias são liberadas na corrente sanguínea e podem piorar casos de doenças cardiovasculares, problemas respiratórios, diabetes, pressão alta e até mesmo complicações na gravidez (como prematuros e bebês com baixo peso).

“A falta de escovação adequada pode causar problemas e para evitá-los, mantenha uma rotina de higiene bucal eficiente com escova macia, pasta e fio dental, além de visitas periódicas ao dentista para avaliações e limpeza. Cuidar da saúde bucal é um investimento”, conclui Patrícia Almeida, integrante da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas.  


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp