18/08/2023 às 14h10min - Atualizada em 20/08/2023 às 00h09min

Boas amizades têm o potencial de promover o bem-estar mental e físico, destaca psicóloga

Especialista ressalta que ter um círculo de amizade positivo pode aumentar a resiliência psicoemocional

Nicholas Montini Pereira
Divulgação

Possuir boas amizades pode gerar um impacto significativo na saúde mental e física das pessoas. Um círculo de amizade desempenha um papel fundamental no bem-estar de cada indivíduo, influenciando positivamente a qualidade de vida e a capacidade de enfrentar desafios, por exemplo. 

Um dos principais aspectos, de acordo com a psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera de Marabá, Edléia Ribeiro, é o suporte emocional que as amizades verdadeiras podem oferecer. Ter alguém para compartilhar as alegrias e as tristezas, ouvir e ser ouvido, acaba criando uma rede de apoio que pode reduzir significativamente os níveis de estresse e ansiedade, contribuindo na prevenção de transtornos de humor como, por exemplo, a depressão.  

A socialização é outro ponto crucial apontado pela especialista. “Possuir um círculo de amizades estimula encontros sociais benéficos que colaboram para o aumento da autoconfiança. Pessoas que costumam se divertir com os amigos, geralmente, experimentam maior felicidade e contentamento e estão mais bem preparados para enfrentar as demandas diárias, sejam físicas ou mentais”, comenta.  

Além disso, as amizades verdadeiras também têm impactos fisiológicos, como a liberação de hormônios associados ao prazer e à felicidade, como a ocitocina. Essa substância está relacionada à redução do estresse e à promoção do bem-estar geral.  

A psicóloga também enfatiza que o convívio social através das amizades pode ser uma proteção contra a solidão, que é um fator de risco para o desenvolvimento de problemas emocionais e de saúde mental.  

“As relações sociais que estabelecemos desempenham uma função crucial em nosso estado de saúde. Relações de amizade benéficas têm o potencial de fortalecer nossa capacidade de lidar com emoções adversas e nos conferir um sentimento de inclusão. Contar com alguém em quem confiar durante períodos desafiadores pode causar um impacto significativo”, finaliza a docente.  

Sobre a Anhanguera
Fundada em 1994, a Anhanguera oferece educação de qualidade e conteúdo compatível com as necessidades do mercado de trabalho por meio de seus cursos de graduação, pós-graduação, cursos Livres, preparatórios, com destaque para o Intensivo OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); profissionalizantes, nas mais diversas áreas de atuação; EJA (Educação de Jovens e Adultos) e técnicos, presenciais ou a distância, visando o conceito lifelong learning, no qual proporciona acesso à educação em todas as fases da jornada do aluno. São mais de 15 mil profissionais e professores entre especialistas, mestre e doutores.

Além disso, a instituição presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola, na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas. A Anhanguera tem em seu DNA a preocupação em compartilhar conhecimentos com toda a sociedade a fim de impactar positivamente as comunidades ao entorno das instituições de ensino. Para isso, conta com o envolvimento de seus alunos e colaboradores a partir de competências alinhadas às práticas de aprendizagem e que contribuem para o desenvolvimento do País.

Com grande penetração no Brasil, a Anhanguera está presente em todas as regiões com 106 unidades próprias e 1.398 polos em todos os estados brasileiros.    

Acesse o site e o blog para mais informações


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp