22/08/2023 às 18h50min - Atualizada em 23/08/2023 às 08h33min

Humanizando o ambiente de trabalho e o papel estratégico do RH na era digital

*Juliana Dimário, Head de Pessoas e Cultura da CBYK

CBYK
Divulgação CBYK

Num mundo em constante evolução e com avanços tecnológicos cada vez mais rápidos, as organizações têm se conscientizado da importância de investir no capital humano e no desenvolvimento de ambientes humanizados para garantir a motivação, satisfação e produtividade dos colaboradores. Nesse contexto, a área de Recursos Humanos desempenha um papel essencial na criação e manutenção de um ambiente de trabalho acolhedor, e por isso separei cinco ações que podem ser realizadas pelas empresas para garantir esse lugar:

Desenvolvimento da Liderança

Um ambiente humanizado requer líderes que sejam capazes de inspirar e guiar suas equipes de forma empática e ética. O RH tem a responsabilidade de identificar e desenvolver lideranças, proporcionando treinamentos e programas de capacitação que promovam habilidades de comunicação, inteligência emocional, empatia, tomada de decisão ética e habilidades de resolução de conflitos. Além do desenvolvimento dessas soft skills, é importante criar e despertar uma liderança corajosa, para isso, o primeiro passo é provocar e aproximar os líderes do autoconhecimento.

Líderes bem preparados e corajosos são essenciais para criar um ambiente onde os colaboradores se sintam valorizados, ouvidos e motivados a contribuir para o sucesso da organização.

“Como líderes corajosos, temos que nos manter curiosos a respeito dos nossos próprios pontos cegos e de como abordar esses problemas. Precisamos nos comprometer a ajudar as pessoas a descobrirem seus pontos cegos com segurança e apoio”, cita Brené Brown a autora do livro - A coragem para liderar.


Cultura Humanizada

Uma cultura organizacional humanizada valoriza a diversidade, a inclusão e o bem-estar dos funcionários. O RH desempenha um papel fundamental na construção e promoção dessa cultura, garantindo que as políticas, práticas e valores da empresa sejam alinhados com a preocupação genuína com o ser humano. Iniciativas como programas de voluntariado, suporte a causas sociais e a criação de espaços de trabalho que favoreçam o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional contribuem para criar uma cultura humanizada que atraia e retenha talentos.

Segurança Psicológica

A segurança psicológica é um elemento crucial em ambientes humanizados. Os colaboradores precisam se sentir à vontade para expressar suas ideias, compartilhar preocupações e até mesmo admitir erros sem medo de retaliação ou julgamento. O RH tem a tarefa de incentivar e cultivar essa segurança psicológica, criando canais de comunicação abertos e promovendo uma cultura de feedback construtivo. Essa abertura e transparência fortalecem a confiança e o senso de pertencimento dos funcionários à organização.

Dados e Inovação

A revolução digital proporcionou ao RH acesso a uma grande quantidade de dados, possibilitando obter insights valiosos sobre o desempenho, clima, engajamento e preferências dos colaboradores. Com a análise desses dados, o RH pode tomar decisões mais embasadas, identificando áreas de desenvolvimento e criando programas de treinamento personalizados. Além disso, a inovação em processos como recrutamento, treinamento e gestão de desempenho torna o ambiente de trabalho mais eficiente e humano. O RH também pode utilizar esses dados para lidar com questões como absenteísmo, presenteísmo e sinistralidade, promovendo a saúde e bem-estar dos colaboradores e garantindo um ambiente seguro e produtivo. Ao combinar dados e inovação, o RH se torna um agente de transformação capaz de impulsionar uma gestão de pessoas mais estratégica e orientada ao bem-estar dos funcionários e também da empresa.

Atualização e Aprendizado Contínuo

Em um mundo em constante mudança, o aprendizado contínuo é essencial para o crescimento profissional e pessoal dos colaboradores. O RH, ao lado da liderança, deve investir em programas de capacitação e desenvolvimento que incentivem a atualização constante das habilidades e conhecimentos dos colaboradores. Essa abordagem cria um ambiente que valoriza o desenvolvimento individual e o crescimento profissional, permitindo que os colaboradores se sintam mais preparados para enfrentar os desafios do ambiente de trabalho e para buscar novas oportunidades dentro da organização.

O RH desempenha um papel estratégico e fundamental na construção de um ambiente humanizado nas organizações. Ao investir no desenvolvimento da liderança, promover uma cultura humanizada, fomentar a segurança psicológica, utilizar dados e inovação e incentivar o aprendizado contínuo dos colaboradores, o RH pode contribuir significativamente para a criação de ambientes de trabalho mais acolhedores, produtivos e motivadores. A busca em ser uma empresa com esses valores, deve ser constante, e o RH é o agente de mudança que pode transformar essa visão em realidade, beneficiando tanto a empresa quanto seus colaboradores.

*Juliana Dimário Head de Pessoas e Cultura da CBYK Consultoria e Seastorm Ventures, com certificação Internacional em Psicologia Positiva pelo WholeBeing Institute, Chief Hapiness Officer (CHO) pelo Instituto Feliciência, Colunista no RH Portal, com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, e graduação em Comunicação Social pela Universidade Metodista.
 

Profissional voltada a Cultura Organizacional, Bem-estar e Comunicação Corporativa, com mais de 15 anos de experiência atuando em empresas de grande porte e multinacionais, na área de engajamento e clima organizacional, branding, jornada de cliente, comunicação corporativa e marketing de produtos.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp