24/08/2023 às 19h22min - Atualizada em 26/08/2023 às 08h02min

O LED está transformando Ribeirão das Neves

Sustentabilidade ambiental e econômica também devem ser foco do gerenciamento desses resíduos

Vanessa Martinelli
Foto Divulgação IP MInas

Desde 2019 a iluminação pública de Ribeirão das Neves está passando por um processo de modernização e ampliação do seu parque. Sob o comando da IP Minas, consórcio formado pelas empresas Quantum e Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano, as obras têm gerado um impacto positivo na economia local. 

E uma das ações para que isso aconteça é através da doação do alumínio presente nas luminárias que são retiradas de circulação. O Brasil produz, a cada ano, cerca de 80 milhões de toneladas de resíduos sólidos, conforme dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). No entanto, apenas cerca de 4% desse total é reutilizado. 

É justamente aí que se destaca o trabalho da ‘Logística Reversa’, uma forma de pensar o gerenciamento de resíduos e a reciclagem, com foco em sustentabilidade ambiental e econômica. De acordo com relatório do consórcio, desde o início das operações até agora, já foram destinadas de forma apropriada 35.182 lâmpadas, 29.122 relés, 27.176 reatores, 25.752 luminárias (59.030,85 kg) e 4053 braços (13.235,40 kg).

Além disso, entre outras contribuições estão, por exemplo, a economia gerada pelo uso de lâmpadas LED na iluminação pública e, até mesmo, o incentivo ao comércio local através de um planejamento luminotécnico adequado, que torne regiões da cidade mais atrativas e seguras, independentemente do horário.

O LED é até 80% mais eficiente, possui maior durabilidade, oferece iluminação mais clara e contribui para a redução de emissões de carbono. “Com isso, os cofres públicos economizam cerca de 60% com energia, melhoram a qualidade de iluminação, promovem a sustentabilidade ambiental e valorizam o espaço urbano” destaca Júlio Neves, gerente da IP Minas.

Soluções oferecidas pela IP Minas em Ribeirão das Neves

 
  • Modernização das luminárias convencionais por LED;
  • Implantação de sistema inteligente de telegestão;
  • Criação de um Centro de Controle Operacional (CCO);
  • Iluminação de destaque em monumentos históricos e municipais;
  • Expansão do sistema de iluminação atual;
  • Operação e manutenção durante 30 anos. 

 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp