30/08/2023 às 10h24min - Atualizada em 31/08/2023 às 08h01min

Superando desafios: Como o carnê digital pode alavancar empresas com crédito personalizado

Rafael Pires, fundador da Arariwe, explica como o carnê digital pode ser utilizado como ferramenta para impulsionar ainda mais o lucro de um negócio

Soraya Campos
Pixabay

Uma das principais dores das empresas é perder clientes pois os mesmos não têm limite no cartão, porém, a resposta para aumentar as vendas pode estar no crédito personalizado.Com 52% dos brasileiros possuindo três ou mais cartões de crédito, de acordo com a Serasa Experian, e um crescimento de 30,9% no mercado de cartões entre 2019 e 2022, alternativas ao tradicional cartão estão ganhando espaço. Nesse contexto, o conceito de Buy Now Pay Later (BNPL)ou carnê digital tem se destacado como uma solução que oferece auxilia empresas a deixarem de perder vendas e demonstra outras opções  para os consumidores realizar o pagamento.

O carnê digital, conhecido como carnê digital, transcende a função de produto de crédito, sendo uma ferramenta estratégica para impulsionar as vendas, principalmente para negócios com ticket médio elevado e recorrência média ou baixa. Ele viabiliza aos consumidores um acesso ágil ao crédito, permitindo que façam compras e escolham planos de pagamento flexíveis, tudo isso com o mínimo de burocracia. Para o empresário, a adoção do carnê digital oferece uma série de vantagens estratégicas.

“ Por deixar de vender, a empresa acaba perdendo dinheiro, o carnê digital oferece uma solução de capturação e retenção de cliente. É comum ligarmos essa ferramenta somente para empresas do varejo, mas ele pode ser  utilizado para outros segmentos, como por exemplo em consultórios de dentistas, petshops, clínicas de estética, centros automotivos e muito mais. Primeiramente, ao oferecer opções de pagamento mais flexíveis, a empresa pode atrair um público mais amplo, incluindo aqueles que talvez não disponham de capital imediato, mas estão dispostos a assumir pagamentos futuros. Isso resulta em um aumento das vendas, além de elevar o Valor Médio de Pedido (VMP), uma vez que os consumidores tendem a gastar mais quando têm a opção de adiar o pagamento. Para empresas que vendem seus serviços e produtos digitalmente, a redução do abandono de carrinho é outra vantagem, já que mais opções de pagamento, especialmente sem juros iniciais, diminuem essa taxa”, explica Rafael Pires, fundador da Arariwe, empresa que oferece soluções digitais para outras empresas.

Segundo Pires, segmentos que evitam cartões de crédito tradicionais ou buscam alternativas de financiamento podem ser conquistados por meio dessa opção e com isso o carnê digital atrai novos clientes. Além disso, ao proporcionar métodos de pagamento convenientes e flexíveis, as empresas melhoram a satisfação do cliente e incentivam seu retorno para compras futuras, aprimorando a fidelização.

“A vantagem financeira é notável, visto que as empresas geralmente recebem o pagamento total da venda quase imediatamente ao provedor do carnê digital, otimizando o fluxo de caixa. Além disso, o risco de inadimplência é assumido pelo provedor do carnê digital, não pelo varejista, reduzindo potenciais preocupações. No cenário competitivo, oferecer o carnê digital pode diferenciar uma marca dos seus concorrentes e fortalecer sua posição no mercado. Essa estratégia também proporciona dados valiosos e insights sobre o comportamento do cliente, auxiliando os varejistas a entender melhor seu público e ajustar suas estratégias de marketing e vendas”, finaliza o CEO.


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp