30/08/2023 às 15h29min - Atualizada em 31/08/2023 às 08h18min

Entenda como a fadiga age em produtos de impermeabilização

Prevenir e detectar falhas mecânicas ajudam a garantir a durabilidade e eficácia dos materiais

2PRÓ Comunicação
Divulgação

No universo da construção civil, a robustez e a eficácia de produtos impermeabilizantes são postas à prova diariamente. Mas o que realmente compromete a integridade destes materiais ao longo do tempo? É aqui que o termo “fadiga” entra em cena: conhecê-lo é importante para quem lida com obras no dia a dia.

O engenheiro civil Anderson Oliveira, gerente técnico sênior do Grupo Soprema, explica o que é fadiga. “Ocorre quando há falha mecânica localizada em algum ponto da obra, normalmente provocada por uma repetição alternada em um ponto específico”, afirma.

Um exemplo no segmento de impermeabilização, que deixa essa explicação mais fácil de entender, é imaginar uma laje impermeabilizada que é aquecida pelo sol da tarde e depois esfria durante a noite - o produto utilizado passa por uma dilatação e depois uma contração - após uma longa sequência de repetições, pode ocorrer a falha.

Outras causas que levam à fadiga são: qualquer tipo de esforço que acontecer em uma estrutura, como carros passando em uma ponte ou o tremor dos prédios construídos próximos a linhas de trem.

 

Como detectar

Segundo o engenheiro, a fadiga é difícil de se detectar inicialmente sem uma avaliação profunda, pois os efeitos iniciais podem apresentar-se sob a forma de trincas ou fissuras, que podem chegar ao longo do estresse mecânico dos ciclos a situações de ruptura completa. "É importante entender o comportamento de cada produto com a fadiga para garantir a durabilidade e eficácia dos materiais", afirma Oliveira.

Cada ciclo é caracterizado por uma fase. No exemplo da laje impermeabilizada, a fase se inicia na dilatação, quando o material é exposto a temperaturas mais elevadas e a estrutura expande, e se encerra com uma fase de contração, quando as temperaturas caem e o material se contrai.

 

Prevenção

A principal maneira de prevenir as falhas dos sistemas impermeabilizantes por fadiga é avaliar e conhecer as características de cada produto, afirma o especialista da Soprema, que possui equipamentos e metodologias capazes de garantir a resistência de seus produtos à fadiga. “Atualmente existem produtos que resistem até 90 mil ciclos, então, saber escolher o produto de impermeabilização certo, baseando-se na exposição esperada e no número de ciclos, pode ajudar a evitar falhas prematuras e prolongar a vida útil do material", conclui Oliveira.

 

Sobre o Soprema Group

Com origens em Estrasburgo, na França, mas agindo globalmente, o Grupo Soprema é especialista em impermeabilizações e isolamentos desde 1908. A força da companhia reside em três pilares complementares de atividades: excelência industrial, implementação de produtos e know-how no segmento de envelopagem de construções.

A SOPREMA emprega mais de 10.000 funcionários em mais de 100 unidades fabris em todo mundo. Esses números e a trajetória permitem que a empresa esteja próxima, cuidando de seus clientes, onde quer que estejam.

 

Informações para a imprensa

2Pró Comunicação

Jorge Soufen - [email protected]

João Ruvolo - [email protected]

(11) 9-5925-6066

Agosto/2023


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp