26/12/2023 às 13h07min - Atualizada em 28/12/2023 às 20h10min

Infraestrutura de recarga aumenta e motoristas de elétricos podem seguir viagem para as férias com mais tranquilidade

Go Electric tem eletroposto ultrarrápido na SP 330 e atende a todos os modelos de eletrificados em circulação no País; pagamento pela recarga é feito via aplicativo.

Tatiana Andrade de Lima
http://www.goelectric-emobility.com/
Go Electric

Os motoristas de carros elétricos podem programar a viagem de férias e encarar estrada com mais tranquilidade. Os recordes constantes nas vendas dos modelos no Brasil  - que deve emplacar 90 mil unidades até os últimos dias do ano – tem mudado também a realidade da infraestrutura de recarga no país. De acordo com a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), há cerca de 3,5 mil pontos de recarga no território nacional.

Um deles é o cluster da Go Electric, na altura do km 236 da Rodovia Anhanguera (SP 330), uma das mais importantes do Estado de São Paulo. O eletroposto, para recarga rápida e ultrarrápida, fica Santa Rita do Passa Quatro (SP), local considerado estratégico para quem sai da capital paulista e Campinas com destino a Ribeirão Preto, Franca e cidades do sul de Minas Gerais.

“O número de eletropostos tem aumentado, mas maioria deles localizados em centros urbanos, o que dificulta muito as viagens de média e longa distâncias. Quando se conta com um eletroposto ultrarrápido em um dos principais corredores viários do Estado, transforma-se a dinâmica do uso de carros eletrificados em rodovias”, diz Danilo Guastapaglia, CEO da Go Electric.

O hub de recargas da Go Electric, em funcionamento desde agosto, tem potência total de 524 KW, no qual estão acoplados dez conectores para carregamento ultrarrápido simultâneo que atendem a todos os modelos de eletrificados em circulação no Brasil. Das pistolas, seis são de até 120 KW CCS2 DC, uma de até 120 KW GB/ T DC, uma de até 120 KW Chademo DC e duas pistolas de 22 KW AC tipo 2. Os equipamentos são importados com tecnologia Global e a Go Electric é a responsável técnica no Brasil. 

Para tirar o projeto do papel, a Go Electric investiu em torno de R$ 2 milhões em equipamentos, obras de infraestrutura e aperfeiçoamento do software de gestão. Além de ser um dos maiores hubs de recarga para elétricos do Brasil, em termos de capacidade e número de pistolas, empreendimento também está na lista dos maiores na América Latina. 

O serviço é monetizado e o pagamento pela recarga é por meio do aplicativo da empresa. Para a comodidade dos usuários, a cobrança do consumo também pode ser feita por meio de outros apps que se conectem aos equipamentos Go Electric, graças ao processo de Interoperabilidade da Plataforma de Gestão. O funcionamento das estações é autônomo. O eletroposto funciona 24 horas por dia.

Expansão

 Até o final de 2024, a Go Electric deve alcançar a marca de 20 eletropostos de recarga rápida e ultrarrápidas nas principais rodovias do país. O plano de expansão prevê, ao menos, três modelos de negócios como investimento integral Go Electric, parceria entre Go Electric e interessada ou capital 100% de investidor.

Para colocar os outros 19 eletropostos em operação serão necessários investimentos na ordem de R$ 25 milhões. O valor inclui a elaboração de projetos técnicos, obras de infraestrutura, compra e instalação de equipamentos e licença de software. A expectativa é que o segundo eletroposto Go Electric seja inaugurado em fevereiro e também ficará em uma rodovia paulista de grande circulação.

 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp