19/02/2024 às 10h55min - Atualizada em 20/02/2024 às 00h06min

Cátedra abre inscrições para bolsa voltada a pesquisadores de pós-doutorado

Os interessados têm até dia 21 para se candidatarem à bolsa de um ano oferecida pela Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência, ação realizada em parceria pelo Itaú Cultural e o IEA-USP. O selecionado irá colaborar com o programa Caminho da Cutia: territórios e saberes das mulheres indígenas, liderado pelas titulares da cátedra, as indígenas Arissana Pataxó, Francy Baniwa e Sandra Benites.

Larissa Corrêa
As catedráticas Sandra Benites, Arissana Pataxó e Francy Baniwa. Foto: Leonor Calasans - IEA-USP
A Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência, iniciativa realizada em parceria pelo Itaú Cultural e o Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA/USP), abriu inscrições para o edital voltado a pesquisadores de pós-doutorado interessados em colaborar para o programa de sua nova titularidade, que tem início em março. O programa, conduzido pela artista visual Arissana Pataxó, a antropóloga Francy Baniwa e a curadora Sandra Benites, terá como tema Caminho da Cutia: territórios e saberes das mulheres indígenas e procura candidatos das áreas de antropologia, psicologia, pedagogia, saúde pública, artes, literatura, estudos culturais, direitos humanos ou áreas afins.

As inscrições podem ser feitas até dia 21 de fevereiro (quarta-feira), às 18h, pelo formulário https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfNo-yPuyA-wONheiGLMyZHHHOG1n0XWxDatWapZ5BQuen1vQ/viewform. É necessária a inclusão de comprovantes de desempenho acadêmico e produção científica relacionados à temática indígena e experiência em trabalho de campo. O candidato deve saber operar equipamentos de áudio e vídeo e aplicativos para o desenvolvimento da pesquisa e sua comunicação.

O site do IEA divulgará no dia 1º de março a lista de selecionados para uma entrevista com a coordenação da Cátedra e as catedráticas. A divulgação do resultado do processo seletivo acontecerá no dia 7, pelo mesmo site.

Atuação
O pós-doutorando selecionado receberá uma bolsa de R$ 9.047,40 por 12 meses. Ao longo do período da nova titularidade, participará do planejamento das ações relacionadas ao programa Caminho da Cutia: territórios e saberes das mulheres indígenas, assim como do desenvolvimento de pesquisas, organização e realização de encontros e ciclos de palestras.

O selecionado deverá, também, ter disponibilidade para viagens de trabalho de campo. Eventualmente, poderá ainda executar curso a ser oferecido no segundo semestre, bem como elaborar produtos da titularidade.

Deverá ter dedicação integral às atividades acadêmicas – não podendo ter qualquer tipo de vínculo empregatício –, apresentar relatórios parciais e final de atividades, e fazer referência à condição de bolsista da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência nas publicações, trabalhos apresentados e quaisquer outros meios de divulgação dos resultados do projeto. Durante as atividades, irá interagir constantemente com a coordenação da Cátedra e o corpo funcional do IEA-USP, para a organização e produção de atividades administrativas, culturais e acadêmicas.

Sobre
A Cátedra Olavo Setubal é uma iniciativa realizada em parceria pelo IEA/USP e o Itaú Cultural. Foi criada em 2015 com a proposta de fomentar reflexões interdisciplinares sobre temas acadêmicos, artístico-culturais e sociais nos âmbitos regional e global.

A cada ano é eleito um titular para orientar as atividades da cátedra. Em 2016, o cargo foi ocupado pelo diplomata Sérgio Paulo Rouanet, sucedido no ano seguinte por Ricardo Ohtake, diretor do Instituto Tomie Ohtake. Em 2018, quem assumiu a posição foi a educadora e ativista social Eliana Sousa Silva, diretora-fundadora da Redes da Maré, e, no ano seguinte, a titularidade dupla foi conduzida pelo curador e crítico de arte Paulo Herkenhoff e a bioquímica e professora Helena Nader.

Em 2021, o catedrático foi o antropólogo argentino Néstor García Canclini, substituído em 2022/2023 pela escritora Conceição Evaristo. Agora, prepara-se para dar início à titularidade tripla, feminina e indígena, tendo à frente a artista visual Arissana Pataxó, a antropóloga Francy Baniwa e a curadora Sandra Benites.

O Itaú Cultural – ao lado de Itaú Social e Itaú Educação e Trabalho – integra a Fundação Itaú, organização criada em 2019 com o objetivo de ampliar o impacto das iniciativas nos campos da cultura e da educação na sociedade.

SERVIÇO:
Bolsa para Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência
Inscrições pelo formulário:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfNo-yPuyA-wONheiGLMyZHHHOG1n0XWxDatWapZ5BQuen1vQ/viewform

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp