23/02/2024 às 12h34min - Atualizada em 27/02/2024 às 00h06min

Desvendando a defasagem escolar

Pesquisa compara ritmo acadêmico pré e pós-pandemia, mostrando caminhos para solucionar essa defasagem e promover sucesso educacional aos alunos

Julia Vitorazzo
google
Dados do estudo “Recomposição das aprendizagens e desigualdades educacionais após a pandemia de Covid-19” apontam que durante a pandemia, crianças que frequentaram o segundo ano da pré-escola em 2020 de maneira remota tiveram perda de seis a sete meses de aprendizagem em Linguagem e Matemática, em um comparativo com as que vivenciaram o mesmo período da pré-escola em 2019, com ensino presencial.

Os números, apurados pelo Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), demonstram que houve grande defasagem de aprendizagem durante o período pandêmico no Brasil, o que pode causar reflexos a longo prazo. “Para minimizar os impactos desse déficit na aprendizagem, é necessário que as instituições de ensino saibam diagnosticar esse problema de maneira rápida para que ele possa ser trabalhado”, comenta Mayana Teixeira, assessora pedagógica da plataforma Amplia, sistema de ensino que oferece suporte para as escolas elevarem a aprendizagem dos alunos.

Em vista deste cenário, a especialista traz algumas dicas de iniciativas que podem auxiliar escolas e docentes a promoverem uma melhoria no nível de aprendizagem dos estudantes:

1 - Avaliações Diagnósticas
Implementar avaliações diagnósticas regulares para avaliar o progresso acadêmico dos alunos em áreas-chave, como Língua Portuguesa e Matemática, e outras disciplinas que podem ajudar a identificar em quais áreas os alunos estão enfrentando dificuldades.
2- Monitoramento em sala de aula
Durante a aula, os professores podem monitorar o desempenho dos alunos e identificar sinais de dificuldade de aprendizagem. Esses sinais podem se manifestar por meio da falta de participação nas atividades, dificuldades na compreensão dos materiais e de acompanhar o ritmo da sala.
3 - Acompanhamento do progresso ao longo do tempo
Acompanhar o desempenho dos alunos ao longo do tempo é essencial, pois permite a identificação de tendências e padrões que indicam possíveis dificuldades na aprendizagem do aluno.
4 - Feedback dos pais e responsáveis
Essa interação pode fornecer informações importantes sobre o desempenho dos alunos em casa e seu envolvimento na escola. Conversar com os pais e responsáveis sobre as preocupações com desempenho acadêmico de um aluno pode ajudar a identificar defasagens na aprendizagem e colaborar na busca por soluções.
De acordo com Mayana, essa identificação requer uma abordagem multifacetada que combine diferentes métodos de avaliação e monitoramento. Ao empregar uma variedade de estratégias, as escolas podem identificar de forma eficaz as defasagens e oferecer o suporte necessário para garantir o sucesso acadêmico de todos os alunos.
Segundo ela, devido a esse contexto, desde 2021, o material da plataforma Amplia, que antes apresentava uma quantidade considerável de exercícios discursivos, passou por uma grande revisão, incorporando uma variedade de exercícios com opções objetivas, de múltipla escolha. Essa mudança busca proporcionar às crianças uma compreensão mais sólida dos temas abordados, ao mesmo tempo em que resgata conceitos importantes”, comenta a assessora pedagógica.
5 - Mapas de Foco
Os Mapas de Foco, desenvolvidos em parceria com o Itaú Social Instituto Reúna, se destacam como uma ferramenta valiosa para enfrentar o a defasagem escolar. São um material constituído especificamente para auxiliar gestores e educadores nas redes públicas a minimizar os impactos das escolas e do ensino à distância. Fornecem orientações claras e práticas, ajudando a direcionar os esforços no sentido de identificar e abordar as lacunas de aprendizagem dos alunos. Auxiliam também na elaboração de estratégias para a flexibilização curricular e para o acompanhamento eficaz da progressão educacional dos estudantes.
Esses estudos feitos sobre defasagem escolar no período pós-pandemia destacam não apenas os desafios enfrentados, mas também as soluções e recursos disponíveis para diminuir esses impactos. “Os Mapas de Foco, em particular, representam uma iniciativa positiva que contribui para o fortalecimento do sistema educacional e para o apoio aos alunos durante esse período desafiador.”, diz Mayana.

Sobre a Plataforma Amplia: Criada em 2014, a Plataforma Amplia é um sistema de ensino para educação básica que oferece uma solução total, integrada e de alta qualidade da Educação Infantil ao Pré-Vestibular. O conceito de plataforma de ensino integrada traz um currículo completo que inclui habilidades acadêmicas e socioemocionais, além do trabalho com a cidadania e o uso de tecnologia educacional a favor do aprendizado. Atualmente, o sistema possui mais de 500 escolas parceiras, o que representa mais de 185 mil alunos utilizando a plataforma e mais de 3.500 professores integrados na rede.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp