27/02/2024 às 17h16min - Atualizada em 28/02/2024 às 00h09min

Becky Korich lança livro de crônicas que reflete sobre situações do cotidiano, sob a ótica das relações humanas

“Caos e Amor” é o título da obra, publicada pela editora Faria e Silva, que marca a estreia da autora paulistana. Lamento será no dia 5 de março, na Livraria da Vila do Shopping Pátio Higienópolis

Sylvio Novelli - Assessoria em Comunicação
divulgação
Propor uma reflexão sobre a forma com que nos relacionamos com os outros e com nós mesmos, utilizando-se de um dos principais gêneros que que formam a identidade literária brasileira, a crônica. Essa é a proposta de Caos e Amor, livro de estreia da colunista da Folha de São Paulo, advogada e dramaturga paulista Becky S. Korich, que chega ao mercado pela editora Faria e Silva. O evento de lançamento ocorre no dia 05 de março, terça-feira, na Livraria da Vila do Shopping Pátio Higienópolis.

Nas 208 páginas de “Caos e Amor”, Becky Korich reúne 38 crônicas que falam sobre medos, dores, amores, saudades, vaidades, desejos, mentiras e outros temas que fazem parte do nosso cotidiano.

“A escrita sempre foi para mim um exercício íntimo e pessoal. Tanto na advocacia, como nas minhas escritas criativas, a palavra é a minha principal ferramenta. Comecei a expor os meus textos em um blog criado durante a pandemia. Em meio ao isolamento, foi a forma que encontrei para me conectar com o mundo. A repercussão positiva e o surpreendente alcance global do blog (China, Dubai, Portugal, Holanda, Canadá, entre outros), me mostrou que os textos causavam identificação para as pessoas, independentemente da cultura”, destaca a autora.

A partir deste reconhecimento dos leitores do blog, Becky assumiu para si o compromisso de escrever uma crônica por semana. “Isso me desafiou e ao mesmo tempo me inspirou”, relembra. Suas escritas renderam, ao final de 2022, um convite para assinar uma bem-sucedida coluna semanal na Folha de S. Paulo. Em 2024, a autora decidiu reunir e publicar alguns textos inéditos, resultando em seu primeiro livro, Caos e Amor. “A leitura de uma coluna no jornal costuma ser uma experiência mais efêmera, ao passo que a experiência de ler um livro põe o leitor em um contato mais aprofundado com o autor”, destaca.

Provocação - As crônicas de Becky trazem em comum a representação da complexidade humana, explorada de formas diferentes, por vezes mais sérias, outras mais cômicas, todas carregando um grau de ironia provocativa, como o próprio título do livro sugere e convida os leitores a fazer parte.

“Acredito mais no ‘caos e amor’ do que no ‘paz e amor’, pois quem ama não escapa do caos interno, das contradições, do sofrimento que o amor necessariamente provoca. O slogan ‘paz e amor’ é a representação utópica da felicidade, enquanto o ‘caos’ nos chacoalha para aspirar, querer desvendar os nossos mistérios, os mistérios do outro, e nos desafia a buscar a paz. Entre os momentos de caos, a paz é necessária para contemplar o amor”, enfatiza. Becky destaca ainda que “a prática da advocacia me ajuda a organizar o meu lado anárquico de pensar”.

O amor é feito de um emaranhado de emoções. É inquietante. Porque não é sim ou não, binário, onde ou se ama ou não se ama. É ambíguo, contraditório, paradoxal, como a vida é. Generoso e narcísico. Matéria bruta e refinada. É a loucura e a sabedoria caminhando de mãos dadas. É escolher e ser escolhido todos os dias.
Trecho da crônica “Amar não é só uma questão de amar”, de Becky S. Korich

Ligeira e Profunda – Mesmo num cenário dominado por gigantes como os romances e as biografias, as crônicas ainda resistem dentro da literatura brasileira. A autora explica os motivos que a levaram a optar por este tipo de narrativa.

“Não é de hoje que a crônica é considerada menos ‘nobre’ do que o romance e a poesia. Há, porém, uma confusão entre ligeireza e superficialidade. A crônica consegue ser ligeira e profunda ao mesmo tempo. Ela não apenas resistiu, como faz parte da cultura brasileira. É um gênero literário que não tem pressa, não tem grandes ambições e tem liberdade para devaneios, através de recursos como o lirismo e o humor”. Desta maneira, as crônicas reunidas em “Caos e Amor” revelam fragmentos da condição humana, e estabelecem um diálogo despretensioso e franco com o leitor.

Temas – Sobre os principais elementos que constituem uma boa crônica, Becky destaca os que mais a atraem. “Qualquer coisa que me mobilize, que me faça rir de mim mesma, que me faça pensar, que me desperte a vontade de colocar em palavras. Escrevo sem me preocupar com o horizonte, é isso que permite que a imaginação se solte e voe longe”.

E como escolher estes elementos? “Não faço força para escrever, a crônica vem, pede para ser escrita. A produção é resultado de uma infinidade de fatores que absorvo naturalmente dos fatos do dia a dia, é despertada pelos mais simples fatos do cotidiano aos mais complexos. Mantenho uma disciplina, é claro, mas não calculo antes de escrever, o tema se impõe sozinho. Não funcionaria de outra forma para mim”.

Becky relembra ainda de um momento pessoal que foi o ponto de partida para sua entrada no universo das crônicas. “Costumo dizer que virei cronista quando meu primeiro filho nasceu. Nos nossos passeios, eu apresentava a ele uma árvore, uma pessoa, um prédio, um som e, juntos, descobríamos o mundo. Um dos resquícios dessa experiência visceral é a vontade de enxergar o mundo e redescobri-lo com as infinitas facetas que ele tem. Posso dizer que, por natureza, sou uma observadora adicta pelas entrelinhas da vida”.

Futuro - Após o lançamento de “Caos e Amor”, Becky já tem outros projetos encaminhados. “Participei da dramaturgia de duas peças e sou autora da peça “Muito Humana para Ser Exata” que está em produção, com previsão de estreia no segundo semestre. Ela também diz respeito à complexidade das relações, mas sob uma visão estritamente feminina”.

Ela finaliza, destacando um fator fundamental, que deveria ser compartilhado por todos: “Considero o humor fundamental para se viver com sabedoria”.

CAOS E AMOR

FICHA TÉCNICA
Autora: Becky S. Korich
Editora: Faria e Silva
ISBN: 978-65-6025-003-1
Dimensões: 21 × 14 × 1 cm
Peso: 246 g
Páginas: 208
Idioma: Português
Preço: R$ 74,90

Evento de Lançamento:
Dia: 05 de março, terça-feira
Local: Livraria da Vila do Shopping Pátio Higienópolis.
Horário: 19h às 21h
Endereço: Av. Higienópolis, 618
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp