13/04/2023 às 01h35min - Atualizada em 17/04/2023 às 00h02min

Dermatologista desenvolve protocolo eficaz para o tratamento de Melasma

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), estima-se que o Melasma atinja cerca de 35% das mulheres no Brasil.

SALA DA NOTÍCIA Tacila Belas / Exato Comunicações
Fotos: Registro Pessoal
De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), estima-se que o Melasma atinja cerca de 35% das mulheres no Brasil.
 
Com certeza você já ouviu falar sobre Melasma ou adquiriu em algum momento da vida e os dados não mentem. Tais dados se comprovam pela constante busca de tratamentos e alternativas que possam solucionar essas manchas que assolam boa parta da população. 
 
O Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ser de ocorrência extrafacial, com acometimento dos braços, pescoço e colo. O público mais afetado é o feminino, mas alguns homens também sofrem com este problema. 
 
A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) afirma que não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e, principalmente, à exposição solar. O fator desencadeante é a exposição à luz ultravioleta e, até mesmo, à luz visível. Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética também influencia no surgimento desta condição. 
 
É o caso de Gleiciani Barbosa, que adquiriu o Melasma após sua segunda gestação aos 35 anos de idade e por cinco anos ficou tentando diversos tratamentos alternativos e que não trouxeram resultado permanente. “As manchas eram muito escuras, o que dificultava tampá-las até com maquiagem! Era “escrava” de muita base na tentativa de escondê-las, mesmo assim apenas amenizavam as manchas”, conta. 
 
Os tratamentos para o Melasma, muito comum nos pós verão, visto que alguns procedimentos são indicados no inverno, batem recordes nas clínicas de dermatologia e estética, mas muitos pacientes questionam o fato das manchas voltarem ou não sumirem, e isso se dá por vários motivos e até mesmo pela então falta de um procedimento que seja capaz de eliminá-los. 
 
Gleiciani também conta que realizou diversos tratamentos com ácidos, peelings e nenhum deles deu certo e que em alguns até dava resultado aparentemente, mas depois a mancha voltava ainda mais pigmentada. Após cinco anos tentando, encontrou no Instituto Pompermaier uma alternativa que pudesse finalmente resolver este problema, a partir de um protocolo idealizado pela médica dermatologista Talita Pompermaier. 
 
Inovando em seus protocolos e tecnologias e sanando o dor de muitas mulheres, foi que a Dra. Talita Pompermaier idealizou um protocolo que soluciona esse mal que acomete a autoestima de muitas mulheres. Protocolo este que tem feito sucesso e devolvido a autoestima de pessoas que já tinham perdido as esperanças devido a falta de um tratamento que fosse realmente eficaz. 
 
Tratamento eficaz 
 
O protocolo em si, é o Clear Face Protocol que possui associação de duas tecnologias e que tem feito sucesso por quem passa pelo Instituto pompermaier com a expectativa de ficar livre do Melasma, e isso tem acontecido. 
 
“O Clear Face nasceu a partir de uma dor que eu também tinha – o meu Melasma. Falar para as minhas pacientes que não existe um tratamento eficaz para o Melasma, era algo que eu não me conformava. Ou seja, era uma dor minha e das minhas pacientes que eu precisava solucionar. Eu nunca aceitei falar que algo não tem jeito e foi aí que adquiri algumas tecnologias e comecei a estudar sobre elas, e uma delas apresentava um protocolo diferente desse que eu tenho. Esse protocolo já existia e um certo dia eu acordei com uns parâmetros de associação de ponteiras na minha mente e comecei a colocar em prática em mim, foi quando o protocolo deu resultado absurdo, eu tratei o meu Melasma e comecei a oferecer para as minhas clientes”.
 
Talita conta que após testar o protocolo e ver na prática que ela funciona, precisou pensar em um nome, uma vez a que foi convidada pela empresa parceira que usa as tecnologias, para dar aula em um congresso internacional, tamanho foi o sucesso. “Eles mesmos sugeriram o nome Clear face pois já havia um registro para usar em algum protocolo, e eu achei que tinha tudo a ver “conta. 
 
 
Clear Face 
 
Um dos protocolos queridinhos do Instituto Pompermaier é o resultado de muito estudo e dedicação, e uma associação de três ponteiras do laser associado a outras condutas de associação de produto para usos diários (home care) via oral, como complemento do laser em clínica. O tratamento é uma sessão a cada 30 dias, uma sessão ao mês e a manutenção variando de acordo com caso avaliado em clínica, explica Dra.Talia Pompermaier. 
 
Em relação ao tratamento Gleiciani compartilha que o tratamento foi difícil no começo, mas que hoje se sente extremamente feliz. “Como as manchas eram muito escuras, demorou um pouco p começar a clarear, até pensei em desistir no meio do tratamento, mas sou teimosa e quando começo uma coisa gosto de ir até o fim. Graças a Deus e à Dra. Talita, que me incentivou a não parar, continuei até elas ficarem quase imperceptíveis. Hoje apenas realizo as manutenções”. 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp