19/04/2023 às 14h01min - Atualizada em 23/04/2023 às 00h07min

Evento discute saúde mental na semana de Luta Antimanicomial

Programação mostra a luta pelos direitos das pessoas em sofrimento mental e pelo fechamento de manicômios na Semana da Luta Antimanicomial promovida pela UniPaulistana

SALA DA NOTÍCIA Centro Universitário Paulistano - UniPaulistana
https://www.unipaulistana.edu.br/
Pexels

A iniciativa de profissionais da saúde, em especial da área da Psicologia, com apoio de membros da sociedade civil, deu início no final dos anos 70 ao Movimento da Luta Antimanicomial, que se caracterizou pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental.  

Depois disso vieram ações como o Movimento da Reforma Psiquiátrica com dois pontos importantes, como o Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, na cidade de Bauru (SP) e a I Conferência Nacional de Saúde Mental, realizada em Brasília. Ações contínuas resultaram, em 2001, na aprovação da Lei 10.216, ou “Lei Paulo Delgado”, que estabeleceu a proteção dos direitos das pessoas com transtornos mentais e redirecionou o modelo de assistência.  

No próximo dia 18 de maio se comemora o Dia Nacional de Luta Antimanicomial. Para celebrar a data e tratar de assuntos específicos, o Centro Universitário Paulistana (UniPaulistana) reúne especialistas do setor e realiza no dia 16/05 o evento que marca a “Semana da Luta Antimanicomial”, com a presença de alunos da instituição e aberto à participação da sociedade, no auditório do Centro Universitário Paulistana. Na Rua Madre Cabrini,38, Vila Mariana. 

A Semana da Luta Antimanicomial contará com a presença de convidados como a Professora Dra. Lumena Castro Furtado (Unifesp) Psicóloga, sanitarista, militante da luta antimanicomial, da Mestre Evelyn Sayeg (PUC/SP) – Psicóloga, Coordenadora do Projeto Tear de Guarulhos. A Professora Dra. Karin Di Monteiro Mestre e Doutora em Psicobiologia pela Unifesp e docente da UniPaulistana. De Fabio Rodrigues, Poeta, músico no Pagode na Lata. De Cleiton Ferreira, artista no Birico Arte, pesquisador e Agente de Redução de Danos no Centro de Convivência Ė de Lei. Os trabalhos serão coordenados pela Professora da UniPaulistana, Dra. Maria das Graças de Lima, Mestre e Doutora em Psicologia Social da PUC-SP, militante da luta-antimanicomial e do movimento da Economia Solidária.  

O evento conta com uma programação que inclui exibição de documentários sobre o tema, um breve Histórico da Luta antimanicomial no Brasil, da Leitura da Carta de Bauru; A Luta Antimanicomial na História do SUS; uma Apresentação do Projeto Tear sobre “Saúde Mental, Trabalho e Inclusão” e uma intervenção artística com Fábio Rodrigues e Cleiton Ferreira. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp