24/04/2023 às 15h53min - Atualizada em 25/04/2023 às 00h01min

São Geraldo adota definitivamente o uso de sua garrafa verde na linha retornável

Após um processo de substituição das embalagens iniciado há 2 anos, 360 mil garrafas já circulam no Nordeste, mensalmente, com as novas características 

SALA DA NOTÍCIA Neilane Martins
Compromissada com as políticas de segurança e qualidade, além da sustentabilidade, a indústria cearense São Geraldo, conhecida nacionalmente pelo seu refrigerante de caju, adotou de forma definitiva, no seu processo de envase da bebida, o uso da garrafa de vidro verde nos produtos de 600ml, colocando em desuso a garrafa marrom.  

O processo iniciou há dois anos e em março último foi consolidado na indústria. Todas as antigas garrafas de cor âmbar foram trocadas gradualmente pelas garrafas próprias da São Geraldo, de cor verde. Mensalmente, são 360 mil garrafas verdes de vidro em circulação em todo o Nordeste movimentando as vendas no varejo e atacado.

A substituição no processo de envase do refrigerante de caju garante a conservação do sabor, o aumento da qualidade para o cliente, além da preservação do meio ambiente, conforme explica a Gerente de Controle de Qualidade, Katiana Feitosa.

“A garrafa verde é a de melhor qualidade. Nela, temos ainda mais segurança alimentar por envasar somente nosso produto. Por ser uma garrafa que detém uma identidade própria, mantemos as mesmas características sensoriais, como sabor em referência à antiga garrafa, de cor âmbar”, detalha.

Em relação à questão ambiental, segundo a responsável pela qualidade da empresa, a nova embalagem não utiliza rótulo de papel, pois este é impresso no material da própria garrafa através do processo de litografia. Além disso, os clientes poderão adquirir o vasilhame, na primeira compra, e nas seguintes, pagar apenas pelo líquido, sendo retornável. A indústria também comercializa o refrigerante de caju na versão retornável de 200ml, para consumo individual, nas mesmas características ambientais e de qualidade da garrafa maior, de 600ml.

"Da indústria às prateleiras, a mudança já foi aprovada pelos nossos clientes que acompanharam toda essa transição desde o início. Concluímos essa fase com muito sucesso. Estamos crescendo, mantendo a nossa tradição com o sabor único e inconfundível, mas com o olhar sempre no futuro. Queremos incentivar o reuso das embalagens para reduzir o impacto ambiental e trazer benefícios diversos à sociedade e ao mercado de uma forma geral", explica o coordenador de marketing, Tiago Caldas.
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp