20/04/2023 às 11h00min - Atualizada em 25/04/2023 às 00h13min

Quais são as tendências internacionais de educação? Especialistas contam!

O assunto foi tema da Bett Londres, principal evento de Tecnologia da Educação (EdTech) do mundo, sediado na Inglaterra

SALA DA NOTÍCIA Ana Queren Azevedo Oliveira
https://www.danthicomunicacoes.com/
A realidade da tecnologia na educação se consolidou ao longo dos últimos anos e está em pleno desenvolvimento, apontam especialistas que participaram da última edição da Bett Londres, realizada de 29 a 31 de março, na Inglaterra. A feira é considerada a maior de tecnologia da educação em todo o mundo, reunindo as principais tendências tecnológicas do setor para o ano. Somente nesta edição, foram mais de 30 mil participantes de cerca de 120 países.
A International School, especializada em ensino bilíngue, foi uma das empresas brasileiras a enviar delegações ao evento, de olho nas movimentações do mercado e no que já pode ser aplicado nas salas de aula. “A verdade é que o Brasil já está bastante adiantado quando o assunto é tecnologia educacional. Então vimos muitas soluções que já estão sendo desenvolvidas por aqui também, como no caso do uso de inteligências artificiais e de games”, explica Cléber Silva, coordenador de tecnologia educacional na companhia.
Para Eduardo Oliveira, gerente editorial na International School, chamou a atenção o uso de inteligência artificial em sistemas de aprendizagem que ajudam a identificar o nível do aluno e a adaptar os conteúdos de acordo com as suas necessidades e dificuldades específicas. “Isso já tinha sido apresentado em outras edições, mas desta vez vimos produtos bem desenvolvidos e oferecidos por mais de uma empresa”, conta.
Confira abaixo as tendências pontuadas pelos especialistas:

Inteligência Artificial para apoio a professores 
O uso de inteligência artificial na educação tem sido abordado de várias formas, desde a criação de canais digitais de comunicação com pais e alunos ao suporte a professores em sala de aula. “Algumas das tarefas desempenhadas pelos professores como o planejamento de aulas ou correção de atividades já contam com apoio de inteligências artificiais. A ideia é oferecer condições para que os professores possam dedicar mais tempo ao seu contato direto com os alunos em sala de aula, enquanto tarefas burocráticas podem ser resolvidas pela I.A”, conta Cleber. 

Conteúdos Interativos
Diante da digitalização da sociedade e do uso intenso de ferramentas tecnológicas no dia a dia, a educação tem sido cada vez mais utilizada nas salas de aula com aplicativos de jogos, redes sociais e vídeo games, por exemplo. “O desenvolvimento de jogos educacionais tem se mostrado um caminho sem volta. Esta é uma das maneiras que muitos sistemas de ensino encontraram para engajar os alunos, tornando o momento de aprendizado leve e divertido”, explica Eduardo.

Ferramentas de acessibilidade
Diversas empresas apresentaram soluções e ferramentas que facilitam o acesso ao ensino para jovens com deficiências como autismo, dislexia e até mesmo daltônicos. “A inclusão é um dos temas urgentes quando falamos em educação. E neste ponto a tecnologia pode ser uma aliada importante para auxiliar os jovens com deficiência. Muitas empresas procuram por diversas soluções, com as primeiras já em curso. É claro que ainda temos um longo caminho a percorrer, mas os primeiros passos foram dados e acredito que podem inspirar o mercado brasileiro também”, finaliza Cleber.   
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp