24/04/2023 às 11h18min - Atualizada em 26/04/2023 às 00h01min

Cuidado com a saúde, alimentos menos industrializados e cozinha caseira: as tendências gastronômicas para 2023, segundo o DeliRec

SALA DA NOTÍCIA Luiz Valloto
*Por DeliRec

Pesquisa da Global Industry Analysts mostra que o mercado mundial de alimentos e bebidas naturais deve atingir US$ 496 bilhões até 2027. O dado reforça informações da Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis), que indicou que o setor deve render R$ 7 bilhões em 2023 apenas no Brasil. Sendo assim, a busca por alimentos naturais e menos processados, além de uma variedade de opções de pratos, deve aumentar nos próximos meses. 

A preocupação com a saúde e o bem-estar tem sido uma crescente nos últimos anos. Em 2021 o relatório da Euromonitor International mostrou que o interesse por alimentos saudáveis está aumentando pelo mundo todo e a tendência é de que essa busca se intensifique. Os consumidores estão cada vez mais interessados em ingredientes naturais e menos industrializados, e valorizam alimentos livres de conservantes e aditivos químicos. Essa mudança de hábitos alimentares traz uma nova perspectiva de alimentação, que busca unir o prazer de comer com a saúde e o cuidado com o corpo. 

O DeliRec traz como tendência para 2023 a procura de um cardápio equilibrado, com diversificação de alimentos como frutas e legumes. Os consumidores devem ir em busca de refeições com mais nutrientes, resultando em refeições caseiras e evitando os alimentos industrializados, com foco na saúde e bem-estar. 
O hábito de cozinhar em casa, adquirido por boa parte dos brasileiros durante a pandemia, segue crescendo. Uma pesquisa realizada pela Fispal Food Service em dezembro de 2021, em parceria com a FGV Júnior, mostrou que mais de 40% dos entrevistados têm o interesse de continuar preparando as suas próprias refeições. 

As bebidas com baixo teor alcoólico ou sem álcool também estão se tornando cada vez mais populares e devem ser tendência para 2023. Coquetéis elaborados em versões não alcoólicas de bebidas tradicionais como gin, vinho e cerveja podem ser uma resposta a esse crescente movimento de consumidores. Como resultado, bares, restaurantes e lojas especializadas devem oferecer cada vez mais opções de drinks sem álcool. No DeliRec, já há opções: Drink Kombucha, hibisco e frutas e morango e manga

Em resumo, as tendências gastronômicas apontam para uma alimentação mais saudável, natural e equilibrada, sem abrir mão do sabor e da diversidade culinária. Com clientes mais preocupados com a sustentabilidade e em busca de uma experiência culinária confortável, o setor de gastronomia deve se inovar, mais uma vez, neste ano.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp