28/04/2023 às 15h44min - Atualizada em 29/04/2023 às 00h05min

Desafio da Natureza Urbana 2023

SALA DA NOTÍCIA Valle da Mídia
Entre os dias 28 de abril e 01 de maio, acontece o desafio mundial "Natureza Urbana" em quase 500 cidades espalhadas por 5 continentes que se juntarão numa competição amigável colaborativa com um único foco: Motivar pessoas de todo o mundo a encontrar e documentar a vida selvagem em suas cidades.

Iniciado em 2016, como uma competição entre São Francisco e Los Angeles, o Desafio da Natureza Urbana (City Naturale Challenge, em inglês) se tornou o maior evento global que visa trazer a natureza para perto dos cidadãos. Em 2022, foram mais de 67 mil pessoas mobilizadas pelo mundo que juntas obtiveram 1,7 milhões de registros de 50 mil espécies diferentes e este ano as expectativas são de números ainda maiores.

São Paulo teve sua primeira participação expressiva no evento no ano passado, quando a ONG AMPARA Silvestre iniciou a promoção do evento na cidade, em parceria com a Prefeitura Municipal. A megalópole paulista conseguiu se destacar entre as três cidades com maior número de registros do Brasil e empatou em primeiro lugar com Curitiba em relação a biodiversidade, com 704 espécies diferentes registradas.

São Paulo conta com uma rica biodiversidade com mais de 1300 espécies de animais e 4,5 mil espécies vegetais e tem a capacidade para despontar como a metrópole com maior número de registros durante o desafio.

Para participar do desafio, basta baixar gratuitamente o aplicativo INaturalist (Google Play /Apple Store ) criar uma conta, se reunir com família e amigos e sair pelas ruas em buscar dos seres vivos que vivem na cidade, sejam eles plantas, pássaros, besouros, borboletas, aranhas ou fungos. 

O Biólogo e Gerente de pesquisas da Ampara Silvestre, Maurício Forlani explica “o Desafio da natureza urbana é uma oportunidade incrível do paulistano conhecer sua cidade de uma outra maneira. Vivemos numa selva de pedras, mas essa selva é viva e colorida, já registrei mais de 30 espécies diferentes de aves só na minha rua. São milhares de espécies que vivem em São Paulo e muitas podem ser vistas no jardim, na praça ou no Parque Urbano, basta o cidadão estar atento”. 

O participante do desafio frequentemente percebe quão prazerosa é a atividade de observação e a incorpora no seu dia a dia. Essa sensibilização e reconexão com a vida presente no ambiente tem inúmeros benefícios entre eles melhora o bem-estar e permite formas positivas de interação com animais livres, como prega a ONG AMPARA Silvestre: Bonito é ver, não ter!

Além dos benefícios para o público o evento contribui com o avanço da ciência, sendo um grande exemplo de aplicação da ciência cidadã! Forlani destaca “As pessoas espalhadas por diversos locais do planeta fazem um serviço de monitoramento da biodiversidade que os cientistas sozinhos jamais seriam capazes! Isso traz benefícios diretos para a conservação da biodiversidade, afinal é preciso conhecer para conservar e o Desafio da Natureza Urbana promove isso com maestria!”

O evento ocorre de forma espontânea e qualquer pessoa, ao abrir sua janela pode registrar algum ser vivo utilizando o APP INaturalist entre os dias 28 de abril e 01 de maio, com isso estará contribuindo para o Desafio. Mas A AMPARA Silvestre em parceria com outras instituições está organizando uma programação para incentivar o Paulistano a dedicar um tempo para observar, reconhecer e contemplar a biodiversidade de São Paulo.

Dia 01 de maio a AMPARA está organizando uma excursão gratuita e aberta para a população para o Parque Natural Municipal do Bororé e contará com guias capacitados para fazer as trilhas e registrar a biodiversidade. É preciso ficar atento à programação que será divulgada no Instagram da @amparasilvestre.

Além de São Paulo, outras 18 cidades e/ou regiões brasileiras estão participando do evento de 2023. No Norte do país temos Manaus e Tefé no Amazonas; Rio Branco e região leste do Acre /AC; Estado de Roraima; e Breves e Litoral do Pará/PA. No Centro-oeste participam as cidades de Alta Floresta, Sinop e Poconé no Mato Grosso; e Brasília/DF e RIDE. Representando o Nordeste temos João Pessoa e Região/PB. No Sudeste também estão inscritas a região da grande Rio de Janeiro/RJ e grande Vitória/ES; e no Sul Porto Alegre e Pelotas no Rio Grande do Sul; Mesorregião Oeste e Vale do Itajaí em Santa Catarina; Foz do Iguaçu e Grande Curitiba no Paraná.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornaldobelem.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp